Conhecer os Emirados Árabes estava em nossos planos, mas não achávamos que iríamos viajar pra lá tão logo. A chance apareceu em outubro deste ano, com uma promoção pela Etihad Airways. Quem deu a dica foi o irmão do Duda, Jorge Wetzel e nossa cunhada, Daniele, que acharam passagens por um preço excelente. Eles e mais um casal de amigos, a Mônica e o Jean, empresários em Joinville, compraram primeiro. Os tickets custaram R$ 2.100, com taxas, por pessoa. Nós ainda fizemos em 5x iguais no cartão. Pronto! Nossa aventura para o Oriente Médio e Tailândia estava começando. Nosso voo foi SP – Abu Dhabi – Bangkok. Nosso ticket era stopover (você pode fazer paradas estratégicas antes do destino final). Decidimos ficar três dias nos Emirados Árabes para depois ir para a Tailândia. Sobre esse outro destino incrível, a gente conta em outro post.

Atenção para os documentos necessários!

img_20161113_102043068

O Duda começou as pesquisas para montar a viagem. Tivemos que providenciar alguns documentos específicos, como a PID – Permissão Internacional para Dirigir, a carteira internacional de motorista. Este documento é fácil de emitir. Passamos todos os detalhes em um post exclusivo.   O visto para os Emirados Árabes também é necessário para brasileiros e deve ser solicitado 10 dias antes do embarque. Para facilitar a emissão do documento, alguns hotéis, agências de viagens e companhias aéreas oferecem este serviço. Fizemos um post especial com todos os detalhes sobre isso também.  Para acessar, clique aqui.  

aviary-image-1479064639078

Outro documento indispensável para esta viagem é o Certificado Internacional de Vacinação emitido pela ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Este é para entrar na Tailândia. O post sobre isso merece atenção, pois as leis são diferentes do Brasil, mesmo a vacina para febre amarela aqui sendo “a life”, ou seja, válida para a vida toda. Na Tailândia, não é bem assim…. Leia os detalhes aqui. 

111aviary-image-1479064765579

Como ir de Abu Dhabi para Dubai

Depois de quase 14 horas de voo, chegamos em Abu Dhabi. Ainda no Brasil, o Duda fez a reserva de um carro através do site da RentalCars.com. Ele escolheu a empresa e o tipo de carro. Pegamos o carro no Abu Dhabi International Airport e fomos direto para Dubai, cerca de 150 km em estradas perfeitas e pistas novas pela Rodovia E11. O aluguel do carro para três dias custou o equivalente a R$ 160,00 e para encher o tanque para a devolução, gastamos em torno de R$ 50,00.

Em Dubai, ficamos hospedados no Donatello Hotel. Quartos um pouco antigos, mas um ótimo café da manhã, com a gastronomia típica árabe.

img_20161027_115042

Ficamos duas noites e um dia inteiro em Dubai. Então, fomos conhecer o que deu. Como chegamos tarde, na primeira noite comemos por perto do hotel mesmo.

No dia seguinte, passeamos de bike pelo The Walk, um calçadão em Jumeirah cheio de lojas e restaurantes. Tudo lindo e moderno.

img_20161027_110818191

Alí tem acesso à praia, mas não é permitido chegar de bicicleta até a areia. Não tomamos banho, mas a água é quente e cristalina.

Também existem algumas regras para a utilização da praia. Fique atento para fazer bonito e respeitar os costumes locais.

img_20161027_110917773
img_20161027_123110315

Fomos conhecer o Atlantis, parque aquático com diversas atrações. Achamos meio pega turista. Então, só passamos pra conhecer e fugimos da multidão.

É uma espécie de Beverly Hills de Dubai com lojas, cafés e restaurantes. Tem um canal artificial cercado de palmeiras.

Se você tiver tempo, vale aproveitar o fim de tarde em um dos Beach Clubs da cidade. Um dos mais badalados é o Nasimi, em Jumeirah. De dia é restaurante e no final de tarde, tem Dj e o lugar vira uma disputada balada com gente linda e descolada do mundo todo.

O estacionamento é gratuito e é preciso fazer reserva para o clube. Outra dica, entre no site e confira a roupa mais adequada para usar. Como na maioria dos lugares nos Emirados Árabes, existe um dress code a ser respeitado.

img_20161027_133850589
img-20161028-wa0036

Á noite, fomos conhecer o Burj Khalifa, maior arranha-céu já construído no planeta, com 828 metros de altura e 160 andares. A construção começou em 2004 e foi inaugurado em 2010. É muito bonito.

Ele fica todo iluminado e todos os dias tem show de águas dançantes a cada 30 minutos, das 18h ás 22h. Sextas e sábados, a apresentação acontece das 18h ás 23h. Vale ver.

Deserto abaixo de zero!

Nosso hotel era próximo ao Mall of Emirates,  um dos gigantes shoppings de Dubai, onde fica também o Ski Dubai.

Claro que o Duda não poderia deixar de ter a experiência de esquiar na neve em terras que nasceram do árido deserto. E lá foi ele curtir uma tarde de ski em Dubai.

O Ski Dubai oferece várias atividades que você pode curtir dentro deste parque. O valor do ticket varia conforme o pacote de atividades escolhido. Tem várias lojinhas lá dentro, que você pode acessar mesmo sem entrar na área de atividades.

img-20161027-wa0040

Enquanto do Duda esquiava, nossos amigos foram conhecer o Souk Madinat Jumeirah, onde tem várias lojas e restaurantes também. Depois, um fim de tarde na Corniche, a avenida mais famosa de Dubai, que tem vista para o Burj Al Arab.

img-20161028-wa0003

Daniele e Mônica entraram mesmo no clima do Oriente Médio. Elas visitaram estúdio especializado em tatuagens de hena e saíram de lá com verdadeiras obras de arte na pele. Pena que não dura pra sempre, porque eu adorei e as tatuagens ficaram lindas!  A tatuagem de hena é muito usada, principalmente em festas e datas festivas. Especialmente, as de casamento. E, assim como existem regras sociais para a maneira de vestir e se comportar em público, nos Emirados Árabes, lugares como este estúdio não podem ser frequentados por homens.

img-20161028-wa0004

Tudo é meio caro em Dubai. Claro, é preço para quem tem cacife pra viver lá. Uma cerveja longneck, por exemplo, custa o equivalente a R$ 48 (Com perdão do trocadilho, é de morrer de sede no deserto!). Um chinelo brasileiro, daquele que “não solta as tiras e não tem cheiro”, custa quase R$ 500. Isso mesmo!! Quinhentos Reais por um par de Havaianas. (quase vendi as minhas pra incrementar os recursos da viagem… rsrs).  Depois de dois dias intensos e Dubai, voltamos para Abu Dhabi.

DICA: Pra quem quer fazer compras, fique atento aos horários do comércio. Sexta é dia sagrado e várias lojas ficam fechadas pela manhã. E em alguns lugares de oração a entrada de turistas não é permitida neste período. Importante: Consulte as datas do ramadã, pois várias atrações sofrem alteração de horário ou mesmo estão suspensas. 

Algumas sugestões de Programação em Dubai

Pontos Turísticos e programas:
– Burj Khalifa/Dubai Mall – final do dia (sunset, show das águas, bar, restaurante, shopping).
– Bairro histórico All Fahid, fica em Bur Dubai. É um dos mais antigos da cidade. Uma das 10 principais atrações de Dubai. Dá pra visitar o Centro Cultural Sheik Mohamed. Cultura local.
– IMG World of Adventure. Montanha Russa mais alta e rápida de Dubai.

Compras: quintas e sextas têm horários diferenciados. Consultar antes de ir.
– Dubai Mall. Anexo ao Burj Khalifa. Aquário de tubarões e pista de patinação no gelo.
– Mall of Emirates – Onde fica o Ski Dubai
– Dubai Outlet Mall – pegar um bus do Mall of Emirates para ir.
– Wafi Centre. Decoração, show de luzes projetadas na fachada.
– Spice Souk – Feira de Temperos – Localizado em Deira, próximo ao ponto de parada das Abras de Old Souk (barquinhos que cruzam o Rio de Dubai entre Deira e Bur Dubai). A estação de metrô mais próxima é a Al Ras Metro Station. Abre todos os dias da semana. Sábado e Quinta (10h às 22h, fechando entre 13h e 16h). Sextas (das 16h ás 22h). 21 Old Baladiya Street

Beach Clubs e baladas:
– Nasimi Beach. Restaurante e lounge de praia durante o dia e sunset começa o DJ.
– Barast Beach Bar – lounge, beach bar e balada. Super tradicional. Das 11h ás 3h da madrugada. De domingo á quinta, das 18h ás 15h e sexta e sábado, desde ás 14h. Fica no Le Meridien Mina Seyahi Beach Resort & Marina
– 360 Graus Dubai. Fica no cais do porto da Marina Jumeirah Hotel. Tem vista para o Burj Al Arab. Funciona a partir das 16h.
– Cavali Club – lounge bar e balada. Famosos, sheiks, modelos, artistas.
– Armani Prive. Burj Kalifa. Armani Hotel Dubai. De terça à sábado.
– Buda Bar
– People By Crystal – eleito por dois anos pela Time Out Dubai o melhor clube de Dubai. Tem formato de pirâmide
– Pacha Ibiza Dubai. Única filial no Oriente Médio. Apresentações acrobáticas do Circe de Soleil
– Zero Gravity. De dia lounge beach, chique e exclusivo. E de noite, night club. Fica no Skydive Drop Zone.